Comprar um imóvel é um passo muito importante e, com certeza, é um grande compromisso financeiro que demanda alguns esforços. Mas, antes de aplicar todo esse empenho, há uma pergunta a ser feita: vale a pena investir em imóveis? Será que, mesmo com tantas oscilações que a economia brasileira tem passado, esse ainda é um investimento vantajoso? Pois bem. Essa e outras perguntas vão ser respondidas pela JBA Imóveis ao longo deste artigo.

Veja alguns tópicos que vamos abordar:

Portanto, se esse é um assunto que te interessa, continue conosco nesta leitura!

Qual é o momento certo para investir em imóveis?

Não há um alarme que irá tocar para mostrar o momento certo, mas há algumas indicações de que você pode estar pronto para adquirir sua primeira propriedade e elas estão relacionadas com o seu perfil e a sua necessidade.

É importante estar atento para qual é a sua realidade no momento, por exemplo, se você possui uma situação financeira estável, um controle rigoroso do planejamento financeiro a longo prazo, entre outros aspectos. Afinal, esse é um compromisso que vai comprometer uma parte da sua renda e, por isso, é uma decisão muito pessoal.

Mas, caso você se pergunte, se há um momento de mercado ideal para fazer investimentos desse, separamos seis motivos pelos quais ainda vale a pena investir em imóveis. Confira.

6 motivos para investir em imóveis

Respondendo a pergunta que te trouxe até aqui: ainda vale muito a pena investir em imóveis. Quem é investidor há mais tempo sabe: quanto mais diversificada a sua carteira de investimentos, melhor. E buscar essa diversificação no mercado imobiliário é uma das opções ainda muito procuradas.

Veja a seguir os motivos que fazem valer a pena o investimento no setor imobiliário.

1. São investimentos seguros

Essa é uma das principais características que fazem os imóveis serem uma ótima opção de investimento. Mesmo com o país tendo passado por momentos de crise, a construção civil é um dos poucos setores que continuou apresentando bons resultados

Em 2021, por exemplo, o número de imóveis residenciais vendidos bateu recorde – foi o maior no país desde o ano de 2014, segundo a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

2. Alta demanda

A população brasileira segue crescendo constantemente. Estima-se que, até 2030, existirão mais de 224 milhões de habitantes no país. E, junto a esse crescimento, surge proporcionalmente a demanda por moradia. Ainda segundo a Abrainc, o déficit habitacional no Brasil deve saltar para 11,9 milhões de residências até 2030. Ou seja, a construção civil seguirá a todo vapor pelos próximos anos.

3. Grande potencial de valorização

Com o aumento da demanda, é natural que o potencial de valorização dos imóveis também cresça. Sempre que a demanda – ou necessidade – de um bem é superior à sua oferta, o seu valor sobe também. Ou seja, investir em imóveis é praticamente garantir uma valorização de patrimônio no futuro.

4. Protegidos contra a inflação

Já que citamos o fator “segurança” como um dos motivos para investir em imóveis, esse é um item que também se destaca nesse cenário. O investimento em imóveis ocorre de acordo com o Índice Nacional da Construção Civil (INCC) e, com isso, fica protegido pelas instabilidades da inflação.

Além disso, esse tipo de investimento também é praticamente imune à quebra de bancos e ao congelamento do governo, tornando-o uma opção super estável dentro do mundo dos investimentos.

5. Patrimônio da família

Por ser um investimento seguro, estável e que independe do momento econômico, os imóveis são uma excelente alternativa para se ter no patrimônio da família. Por meio deles, os riscos de perdas são menores e, por mais que aconteçam determinadas mudanças com o tempo, segue sendo valioso.

6. Possibilidade de renda

Além da valorização com o tempo, há ainda outras formas de garantir ganhos com um imóvel: por meio do aluguel. Adquirir casas, apartamentos, lotes, terrenos permite a existência de uma renda passiva, a qual você não precisa “fazer nada” para recebê-la.

Investir em imóveis para alugar é um bom negócio?

Sim, investir em imóveis para alugar é um bom negócio. De acordo com dados do Instituto Paranaense de Pesquisa e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário e Condominial, a locação residencial atingiu a maior marca em quase 10 anos. E as perspectivas de crescimento desse mercado são ainda maiores.

Para saber como fazer isso de forma segura, leia na íntegra o artigo: 

Investir em imóveis para alugar é um bom negócio? 

Imóvel na planta ou pronto?

Como vimos até aqui, a decisão de comprar um imóvel envolve inúmeras condições e uma delas é se o imóvel será comprado na planta, ou seja, enquanto ainda está sendo construído, ou pronto para morar. As duas modalidades apresentam diferenças fundamentais que precisam ser avaliadas com cuidado, respeitando as necessidades e a realidade de cada pessoa. Então, vamos lá! 

Imóvel na planta

Normalmente, os imóveis na planta costumam ser mais baratos do que aqueles já prontos. Eles são vantajosos, principalmente, nos casos em que o comprador não possui o valor suficiente para dar entrada no financiamento do imóvel. Aqui, as construtoras costumam negociar o parcelamento desse valor inicial e é possível ir pagando a entrada antes de o imóvel ser entregue. 

Além disso, há a possibilidade de o comprador solicitar ajustes estruturais enquanto a obra está em andamento, como escolher pisos, acabamentos e uma série de outras customizações junto à incorporadora. Assim, quando pegar as chaves o imóvel estará personalizado e pronto para receber o novo morador. 

Um outro detalhe importante sobre a compra de um imóvel na planta é que os trâmites com a documentação acabam sendo consideravelmente mais simples. Isso porque o imóvel nunca teve outro dono.

Imóvel pronto 

Os imóveis prontos possuem vantagens diferentes daquelas que os imóveis na planta entregam. Opções de customização na etapa de construção e um tempo maior para a organização financeira já são mais distantes nesta modalidade. Contudo, um imóvel pronto atenderá outras demandas, como a possibilidade de se mudar assim que o negócio for fechado.  

Os imóveis na planta, normalmente, possuem um prazo entre 12 e 36 meses para a entrega das chaves. Já os imóveis prontos, acabam sendo uma opção mais assertiva para quem quer se livrar do aluguel de forma mais imediata e ocupar o novo imóvel. 

Caso esta seja a melhor opção para você, escolha uma imobiliária de confiança para ter acesso a profissionais experientes no mercado e evitar prejuízos futuros. Com uma equipe preocupada com o melhor negócio, você poderá ficar tranquilo em relação à vistoria, contrato de compra e venda e tudo o que for necessário durante a negociação.

 

Compensa comprar terreno para investir?

Sim, compensa muito comprar terreno para investir. Com a pandemia, muita gente passou a buscar o “imóvel ideal”, de acordo com as necessidades e vontades da família. E a melhor forma para fazer isso é comprando um terreno e construindo o imóvel do zero. Ou seja, mesmo que você não queira ficar responsável pela construção do bem, o terreno por si só já é um excelente negócio.

 

Vale a pena comprar imóvel por meio de financiamento?

Ter todo o valor para comprar um imóvel à vista não é uma prática amplamente comum no Brasil. Para a maioria dos brasileiros, o financiamento imobiliário é a possibilidade mais viável para conquistar a tão sonhada casa própria. Tendo em vista que esta é uma das modalidades de crédito com os juros mais baixos do mercado e tem em seu histórico algumas quedas nas taxas, deve ser levada em consideração.

Para saber se vale a pena financiar um imóvel é importante: 

  • possuir um valor alto para a entrada, pois quanto maior for menor serão os juros aplicados ao financiamento total;
  • saber o custo total da dívida, incluindo juros e correções, verificando se as condições de pagamento e o Custo Efetivo Total (CET) do financiamento são vantajosos; 
  • fazer uma análise do valor do imóvel e para ter certeza de que o momento é oportuno para a compra pelo menor valor;
  • realizar uma análise das suas finanças pessoais, incluindo todos os custos da compra e documentação;
  • avaliar o mercado imobiliário antes de solicitar o financiamento.

Vale lembrar que é aconselhável que a porcentagem destinada ao pagamento das parcelas de um financiamento seja de até 30% do orçamento total da família.

Além disso, existem possibilidades de amortizar a dívida antes do tempo contratado para o seu financiamento. Algumas pessoas utilizam o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço para quitar parte do valor emprestado e até mesmo adiantar o pagamento de algumas parcelas. Essas ações diminuem consideravelmente o valor do débito, uma vez que os juros diminuem de forma proporcional ao valor total devido.

 

Onde investir em 2022?

Morar em Curitiba é sinônimo de qualidade de vida. Portanto, investir em imóveis na capital paranaense vale muito a pena. Caso seja para a sua moradia, você terá à disposição uma das melhores capitais para se viver. Caso seja para alugar para terceiros, Curitiba é uma das cidades que mais recebe estudantes todos os anos. Ou seja, em qualquer cenário, investir em imóveis em Curitiba vale a pena.

E, para saber como fazer esse investimento de forma segura e assertiva, você pode contar com a ajuda da JBA Imóveis.

Com uma equipe de mais de 150 colaboradores, mais de 130 construtoras parceiras e mais de 2.000 ofertas de imóveis, hoje, a JBA é a maior imobiliária de Curitiba, sendo referência na capital paranaense.

Com apenas alguns cliques você busca pelos imóveis de sua preferência, recebe atendimento online, e realiza o seu pré-cadastro totalmente online, sem sair de casa. Clicando aqui, te ajudamos a encontrar o imóvel ideal.

Você ainda conta com atendimento ágil, realizado por nossa equipe de corretores online, seja pelo nosso chat ou por WhatsApp. Fale conosco