A negociação de compra e venda de um imóvel pode ter diversos empecilhos, principalmente relacionados à venda de outro imóvel para se adquirir um novo. É por isso que a permuta de imóveis vem surgindo de forma cada vez mais organizada, oferecendo uma alternativa para quem quer trocar um imóvel por outro de forma mais prática e segura. Se você quer entender mais sobre a compra de imóvel com permuta, fique conosco.

No texto, alguns tópicos importantes serão abordados:

Essa opção ainda gera muitas dúvidas entre os proprietários e interessados. Continue lendo para entender o que é e como funciona a permuta de imóveis, além de conferir algumas dicas de como realizar esse tipo de negócio da melhor forma.

O que é permuta de imóveis?

A permuta acontece quando duas pessoas decidem trocar bens de valor. A permuta imobiliária, portanto, se refere à troca de casas, apartamentos, chácaras, terrenos ou imóveis comerciais.

Embora isso não configure uma permuta imobiliária, já que envolve outros tipos de bens, muitos proprietários também costumam considerar automóveis como parte da negociação de um imóvel.

Em grande parte dos casos, o valor dos imóveis permutados não é exatamente o mesmo, e uma das partes precisa pagar uma compensação, ou seja, cobrir a diferença de valores dos imóveis com um pagamento em dinheiro. Na permuta imobiliária, essa compensação é chamada de “torna”.

Quais são as condições para fazer uma permuta imobiliária?

A permuta de imóveis é uma transação comercial com segurança jurídica, ou seja, ela é reconhecida como um processo legal. Para que isso possa ocorrer, precisa haver um acordo prévio entre as partes, em especial no que diz respeito aos valores envolvidos.

As condições da troca são feitas pelo proprietário e futuro proprietário, não existe uma regra específica. Seja trocando imóveis de mesmo valor, ou com uma compensação em dinheiro envolvida, o importante é que ambas as partes estejam plenamente de acordo.

Como fazer a permuta de um imóvel?

O processo de permuta pode ser aplicado em qualquer tipo de imóvel, casas e apartamentos prontos, imóveis a serem construídos ou em construção, terrenos. Ele funciona da seguinte maneira: uma pessoa que não possui o valor necessário para comprar um apartamento, mas possui um terreno que pode entrar no negócio. Em concordância, entre as partes, ocorre a troca.

A permuta nem sempre é aceita dentro da negociação. Tudo o que gira em torno da permuta de imóveis ocorre mediante um contrato. Nele, deve conter tudo o que foi acordado e deve ser escriturado. Por isso, é importante que o contrato seja extremamente detalhado.

 

Como é o contrato de permuta de imóveis?

Assim como em todas as negociações imobiliárias, o cuidado maior que deve ser tomado está no contrato. As negociações de permuta imobiliária devem ser feitas em escritura pública, e deve-se constar de forma muito clara a data da entrega dos bens e a responsabilidade pelas taxas e impostos. Aqui, há a necessidade de ter ajuda profissional para não cometer equívocos. Em Curitiba, a JBA pode te ajudar.

É fundamental que a proposta de compra seja a mais clara possível. O contrato deve conter valor de mercado do imóvel, suas características, estado de conservação, dentre outros.

Um detalhe importante do contrato de permuta é que as despesas devem ser igualmente divididas entre ambas as partes. Enquanto em uma negociação comum, a maior parte dos encargos cai sobre o comprador, na permuta imobiliária a responsabilidade é de todos os envolvidos.

 

Quais são as vantagens de fazer uma permuta de imóveis?

Entre as vantagens de optar por esse modelo de negociação são muitas, temos:

  • se não houver a torna (compensação de valor em dinheiro), a permuta é isenta de imposto de renda. São menos taxas e economia para ambas as partes;
  • há a economia com juros também: a permuta imobiliária dispensa financiamentos ou empréstimos quando não houver compensação de valor, já que não envolve dinheiro no pagamento;
  • o processo de permuta é mais rápido, pois permite que o consumidor venda um imóvel e adquira outro em uma mesma transação;
  • desde que haja um acordo mútuo entre as partes, a permuta imobiliária envolve muito menos burocracia do que outras modalidades de compra e venda de imóvel.

Para quem a permuta de imóveis é indicada?

A permuta é uma modalidade de negócio que pode atender a diferentes objetivos. Ela é indicada para pessoas que precisam vender seus imóveis antes de investir em outros, pois dessa forma a troca por outro imóvel acontece de forma muito mais rápida, pulando vários “passos” do processo normal de compra.

Também é uma modalidade comum para pessoas que possuem terrenos, mas não têm verba para construir. Nesse caso, é possível trocar o terreno com uma construtora, recebendo em troca apartamentos já prontos.

Mas esses são só alguns exemplos, já que a permuta pode ser usada em qualquer situação onde ambas as partes estejam de acordo. Em geral, para realizar uma permuta basta ser flexível e estar aberto a novas propostas e negociações.

Como funciona permuta de terreno?

Nessa modalidade de permuta, você, proprietário de um terreno, pode negociar com construtoras para a edificação de unidades na sua propriedade, em uma troca de interesses.

A permuta é uma opção à venda do terreno, que pode demorar muito tempo conforme o aquecimento do mercado. Afinal, um ativo imobiliário não possui liquidez.

 

O que é avaliado em uma permuta de imóveis?

Diferente do que muita gente pensa, não basta os imóveis envolvidos em uma negociação de permuta terem características semelhantes. Outros elementos também são fundamentais para que esse negócio seja realizado. Veja alguns dos mais importantes:

1. Localização

A região onde se localiza o imóvel tem relação direta à infraestrutura do bairro. Pensando nisso, as condições de ruas, calçadas, iluminação pública, sinalização, transporte, arborização e área de lazer são muito levadas em consideração na avaliação do imóvel para permuta.

2. Acabamento

Fundamental no momento da avaliação, um bom acabamento está relacionado à valorização do imóvel e ao conforto dos moradores. Se construído com materiais de mais durabilidade, os imóveis – futuramente – vão depender de menos manutenção, reparos e reformas.

Além disso, alguns materiais de acabamento mais refinados como madeiras nobres, mármore, cerâmica porcelana, fazem toda a diferença na valorização do imóvel para permuta.

3. Idade do imóvel

A idade do imóvel conta bastante na negociação para uma permuta. Além disso, também são analisadas características do projeto de construção e tecnologias do imóvel.

4. Especulação imobiliária

Para evitar problemas no futuro, a avaliação imobiliária para uma permuta deve ser feita de forma minuciosa. Por isso, a importância da presença de profissionais especialistas no assunto.

 

Documentos necessários para a permuta

Para a escritura de imóvel advindo de um processo de permuta, são exigidos os seguintes documentos:

Documentos dos vendedores:

  • RG e CPF;
  • Comprovar a profissão;
  • Certidão do estado civil dos vendedores;
  • Comprovante de residência;
  • Para pessoa jurídica (PJ) – cópia do contrato social e alterações e certidão simplificada expedida pela Junta Comercial a menos de 30 dias. RG e CPF dos sócios administradores.

Documentos dos compradores:

  • RG e CPF;
  • Comprovar a profissão;
  • Para pessoa jurídica (PJ) – cópia do contrato social e alterações e certidão simplificada expedida pela junta comercial dos últimos 30 dias. RG e CPF dos sócios administradores;
  • Certidão do estado civil dos compradores;
  • Comprovante de residência.

Documentos do imóvel: 

  • Certidão completa de matrícula obtida no Registro de Imóveis, expedida nos últimos 30 dias;
  • Certidões de ações ou ônus referentes ao imóvel, obtidas no Registro de Imóveis, expedida nos últimos 30 dias;
  • Comprovantes de IPTU do último ano quitados;
  • CCIR, certidão de ITR e do IBAMA quando o imóvel for rural, dentro do prazo de validade;
  • Impostos e taxas incidentes quitados.

Como realizar uma permuta de imóveis em Curitiba?

Em Curitiba, você pode realizar esse processo por meio da JBA Imóveis. Para solicitar a avaliação do seu terreno ou imóvel para permuta, entre em contato via formulário em nosso site. Um corretor especialista entrará em contato para realizar o atendimento completo.

Como funciona a permuta na JBA Imóveis?

Após o estudo da viabilidade técnica, se for identificada a oportunidade de permuta, realizamos o contato com construtoras ou proprietários interessados. A JBA Imóveis atua como intermediadora da relação.

Por isso, se esse é um processo que te interessa e você mora em Curitiba, faça permuta de imóveis com a JBA!