home staging

O home staging, apesar de ter um nome não muito comum, é uma prática já realizada há algum tempo. Basicamente falando, o home staging é uma técnica focada em aprimorar o marketing do seu imóvel, de modo que sua casa ou apartamento chame a atenção de compradores. Quer vender o seu imóvel, mas ainda não entendeu o que é home staging? Não precisa se preocupar. Nesse texto, te explicamos ponto a ponto sobre esse assunto. E, com essas dicas, vai ser fácil encontrar um novo proprietário para o seu imóvel! Vamos lá?

Mas, afinal, o que é home staging?

Em sua tradução literal do idioma inglês, home staging significa “encenação em casa”. Esse termo, que surgiu na década de 70 nos Estados Unidos, remete a um conceito de fazer algumas alterações de impacto positivo no imóvel que você pretende colocar à venda.

Basicamente, o home staging consiste na preparação de um imóvel com o objetivo de potencializar pontos fortes e aprimorar o aspecto visual, que chama a atenção de compradores em potencial. Estima-se que, com essa técnica, o tempo de venda de um imóvel pode ser 50% mais rápido e a sua valorização pode chegar a até 15% do valor real.

venda seu imóvel em Curitiba

Quero vender meu imóvel: como praticar o home staging?

Pode-se dizer que, para praticar o home staging, é interessante ter algum conhecimento em três áreas principais: marketing, design de interiores e mercado imobiliário. Esse combo faz com que tudo seja pensado da forma mais estratégica possível, com foco na venda do imóvel, que depende do seu tipo, tamanho e público-alvo, principalmente.

Portanto, se essa é uma área que te interessa – além de vender o seu próprio imóvel -, saiba que o conhecimento nas três áreas mencionadas é fundamental.

E essas dicas também podem facilitar o seu entendimento sobre o assunto:

Home staging não é decoração

Não confunda. Home staging e decoração não são a mesma coisa. O conceito de home staging vai muito além dos aspectos decorativos do seu imóvel. Além disso, para vender um imóvel, é interessante que você o mantenha com uma decoração neutra, que agrada a diferentes gostos. Afinal, você não conhece as preferências do comprador em potencial.

Cuidado com as tendências

Tendências costumam ser passageiras. Não conte com elas na decoração ou estrutura da casa ou apartamento que você pretende vender. Isso pode afastar compradores que não simpatizam com elas.

Valorize o que há de melhor

A melhor forma de atrair um comprador é evidenciando os pontos positivos do imóvel. Faça uma lista de tudo aquilo que você acredita que vai chamar a atenção e capriche na apresentação desses itens. Varanda espaçosa? Deixe-a sem objetos. Vista bonita? Abra as cortinas. Condomínio com ótima área de lazer? Leve o comprador até ela. Isso tudo vai encher os olhos do comprador em potencial.

Capriche na limpeza

Na primeira visita, vai fazer toda a diferença se o possível proprietário se sentir minimamente confortável. Portanto, não deixe a limpeza para última hora A higienização do local é fundamental.

Faça fotos de qualidade

Nada pior para uma possível venda do que ausência de fotos ou fotos de má qualidade. Ninguém vai querer visitar um local onde não fazem noção de como é. Faça fotos de qualidade do seu imóvel organizado antes de divulgá-lo. 

Organização faz muita diferença

Não é só a limpeza do local que contribui para uma boa primeira impressão. Uma boa organização do imóvel é essencial. Evite excesso de objetos, afinal, o que precisa chamar a atenção é o imóvel em si e suas particularidades. E não se esqueça dos armários embutidos. Talvez o comprador queira dar uma olhada neles por dentro e o melhor é que estejam organizados.

Retire objetos pessoais

Despersonalizar o seu imóvel também é muito importante. Retire fotos e objetos de uso pessoal do alcance dos olhos dos compradores, que conseguem visualizar melhor a sua casa, sem obstáculos como porta-retratos, pôsteres, quadros espalhados pela sala e objetos pessoais. 

Esses itens, por incrível que pareça, desviam a atenção do comprador em relação ao imóvel. E além do mais, tirar as fotos da sua família protege a sua privacidade e a de todos da sua casa.

Faça o uso de espelhos

Espelhos são super bem-vindos para compor o home staging em salas de estar. Eles ampliam e iluminam o ambiente quando colocados na posição correta.

Iluminação é um fator importante

Mesmo que você tenha cortinas pela casa, é necessário deixar a janela aberta, para que a iluminação natural entre, mesmo que a vista não seja a mais incrível.

Além da iluminação natural, você não pode esquecer da iluminação artificial que dá um clima acolhedor.

Lâmpadas brancas, conhecidas como frias, são duras ao olhar e transmitem zero sensação de conforto. Já as lâmpadas de cor amarela, quentes, dão um ar acolhedor em ambientes, fator importante para imóveis que estão à venda. Colocar abajures em alguns cantos também aumenta a sensação de espaço. Ah, e durante as visitas acenda as luzes, mesmo durante o dia. Pense nisso!

DICA BÔNUS: um cheirinho de bolo vai bem

Pode parecer bobagem, mas uma dica bacana é deixar aquele “cheirinho de bolo” pela casa. Cerca de uns 15 minutos antes do comprador chegar, coloque um bolo no forno para que o cheiro entre em todo o imóvel. Assim, quando ele pensar na sua casa, terá a lembrança de um lar em que foi bem acolhido.

Deixe o home staging com quem entende do assunto

Lá no início do artigo, nós falamos que, para realizar o home staging, é interessante ter conhecimento em diversas áreas, entre elas, o mercado imobiliário. E é por isso que, em Curitiba, a melhor alternativa para a venda do seu imóvel é a JBA.

Entre as vantagens de anunciar seu imóvel conosco, estão:

  • temos um time de vendas para trabalhar com exclusividade;
  • seguimos as melhores práticas do mercado, com total transparência;
  • fazemos uma divulgação profissional do seu imóvel em mídias criteriosamente selecionadas;
  • contamos com despachantes parceiros para simplificar o processo documental.

É uma parceria e tanto! Quer vender seu imóvel com a JBA? Fale conosco!